Tag Archives: família

Não fui eu! A culpa é toda dele!

24 nov

Irmão é a coisa mais estranha desse mundo.

Se você entrar para uma família que já possui um filho, nada do que você fizer será novidade. Suas manhas não convencerão sua mãe ou seu pai tão facilmente. As maiores conquistas já serão feitas pelo primogênito e só se você for um baita gênio vai inovar em algo.
Agora se você ganha um irmão, você perderá a exclusividade. Você não será o único fifonho da família e terá que dividir todas as atenções e louros, assim como investimentos: “Não posso te dar esse Pense Bem da última geração, porque seu irmão também vai querer um, e eu não tenho dinheiro”.

A primeira impressão será um amor disfarçado para não magoar seus pais, que tentaram de tudo te fazer acreditar que ter um irmão é uma benção. E eu não tiro a razão deles.

Irmão é algo ímpar. Quando você precisar dele para ir a uma festa: “Você só vai se o seu irmão for”, desista, coloque o pijama e vá curtir um filminho, porque ele não vai. Quando quebrar aquele vaso chinês da dinastia XXVI faça uma carta expondo todos os seus sentimentos e arrependimentos para a sua mão, porque ela descobrirá por fontes seguras quem foi que quebrou.

Outro ponto importante, nunca diga: “Por que eu tenho que fazer isso, se ele não fez?”, um dia isso se virará contra você.
Mas não entre em pânico, como eu disse, irmão é algo único!

Quando você fizer a maior cagada (tentei encontrar uma palavra mais phina, mas não achei), e precisar de um cúmplice, de um ombro amigo ou de uma chacoalhada de alguém que entende a sua época, e, acima de qualquer suspeita, quer o seu bem (ou deveria), é com o seu irmão que você se deparará.

Haverá momentos (muitos) que você desejará ser filho único, mas após alguns segundos é com o seu irmão que você se aliará para bolar planos infalíveis contra os seus pais. É com ele que você dividirá os cuidados do bichinho de estimação. Será ele que te defenderá de muitos bullyings na escola e trará a sua lição quando estiver doente.

Quando ele não estiver em casa, viajando para Portugal, por exemplo, o vazio será enorme, e você se descobrirá muitas vezes no quanto dele, apenas olhando cada detalhe.

Mas se prepare! Se você for menor, herdará muitas uniformes, roupas e acessórios do “Fido Dido” e da “Lilica Ripilica”. Mas tudo desbotado.

Irmão é relação de ódio e amor. Mas como em toda “Sessão da tarde”, o amor sempre vence no final.

 

por Noelle Marques

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: